Parashah – PEDUDEI

23.PEKUDEI – (Ex.) 38:21 – 40:38

Reflexão:
Nesta parashah colhemos importantes informações, quais sejam:
1ª – Verificando o pasuk 21, lemos: Esta é a enumeração das coisas para o Tabernáculo, a saber, o Tabernáculo do testemunho, que por ordem de Mosheh foram contadas . . .
Como já fiz menção numa parashah anterior, todos nós temos uma missão, a de construir algo nesta vida, portanto devemos ser responsáveis ao máximo por aquilo que fazemos, não só na qualidade, especificações técnicas e especialmente na aplicação de valores, não deixando dúvidas de onde obtivemos os mesmo e mais ainda, onde o aplicamos. Este tipo de cuidado certamente faz parte da vida de todo o que busca ser santo, ou seja, nossa vida deve ser um livro aberto, sem manchas e sem rasuras.
2° – Seguindo a leitura no perek 39 notamos a quantidade de ouro, prata, pedras preciosas e demais adornos que foram operacionalizados na construção do Tabernáculo.
Fazendo uma analogia com o rico aparato do Tabernáculo, assim cada um de nós podemos ser um Tabernáculo, pois D-us também habita em corações que praticam a santidade, pois cada um que vota no seu coração atender o chamado Divino deve atendê-lo ciente da responsabilidade em manter o coração íntegro na presença de D-us.
3° – No perek 40, temos a determinação antecipada da parte de D-us para levantar o Tabernáculo. Lemos no pasuk dois: “No primeiro mês, no primeiro dia do mês, levantarás o Tabernáculo da tenda da revelação”. Nos pasukim seguintes observamos todas as instruções necessárias para a disposição de cada utensílio e até mesmo a disposição e atividades de Arão (Haron) e seus filhos, e ainda podemos observar a postura de Mosheh quando lemos o pasuk 16: “E Mosheh fez conforme tudo o que o Eterno lhe ordenou; assim o fez”.
Creio que podemos tirar lições de vida neste enfoque, ou seja, primeiro a questão de administrar nossos passos, especialmente naquilo que diz respeito a obedecer a D-us sobre todas as demais coisas, pois a devida organização de nossos dias deve seguir uma ordem de forma seqüencial e progressiva e no pasuk 16, sem importar nosso “posto”, seguir a risca as determinações Divina, tal qual Mosheh o fez.
4° – Do pasuk 17 ao 33, lemos sobre a materialização do determinado por D-us a Mosheh conforme pasukim 1 a 16, ou seja, o levantamento do Tabernáculo. Foi seguindo a risca cada detalhe e principalmente o início na data determinada, ou seja: “E no primeiro mês do segundo ano, no primeiro dia do mês, o Tabernáculo foi levantado” (40:17). Tal cumprimento do prazo foi seguido a risca, Mosheh não deixou para o dia seguinte, fez tudo em obediência ao mandado de D-us.
Que possamos ter alcance para entendermos quão importante é o fato de obedecermos a voz de D-us, atendendo o Seu mandar no momento certo, na hora e tal qual D-us ordena.
5° – Nos pasukim finais (34 / 38) vemos a “coroação” do feito, ou seja, tudo foi feito tal qual determinado por D-us e como forma de aceitação por parte Dele, temos: “Então a nuvem cobriu a tenda da revelação, e a glória do Eterno encheu o Tabernáculo” Shemot 40:34.
Conforme referido no item 2° desta reflexão, podemos então afirmar que sempre que nos postarmos nas mãos do Eterno e fazermos conforme Ele nos determina e de forma pronta, o nosso Tabernáculo (coração) terá a nuvem da proteção Divina (O anjo do Eterno acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra. Tehilim (Salmo) 34:7) e especialmente a Glória do Eterno enche o nosso coração. Baruch HaShem!
Amem veAmem!
Um Shabat Shalom!
Moshe ben Mazal


  • Categorias

  • Arquivos

    • Leitura

Parashah – TETZAVEH

20.TETZAVEH – (Ex.) 27:20 – 30:10 1º – BÊNÇÃOS PARA A LEITURA NA TORAH. Antes de iniciar a Leitura da Torah e no final da leitura da mesma, recita-se as respectivas bênçãos. Benção inicial: O chamado: Barechú et Adonay hamevorach. O oficiante: Baruch Adonay hamevorach. O chamado: Baruch Adonay hamevorach leolám vaéd. Baruch leolám vaéd. [...]


Continue lendo Parashah – TETZAVEH

Parashah – T’RUMAH

PARASHAH – T’RUMAH BÊNÇÃOS PARA A LEITURA NA TORAH. Antes de iniciar a Leitura da Torah e no final da leitura da mesma, recita-se as respectivas bênçãos. Benção inicial: O chamado: Barechú et Adonay hamevorach. O oficiante: Baruch Adonay hamevorach. O chamado: Baruch Adonay hamevorach leolám vaéd. Baruch leolám vaéd. Baruch Atá Adonay, Elohénu Mélech [...]


Continue lendo Parashah – T’RUMAH

Parashah: MISHPATIM

18. MISHPATIM – (Ex.) 21:1 – 24:18 Reflexão: No presente estudo, damos destaques a dois temas, quais sejam: 1 – A Vida em Sociedade e 2 – A Confirmação do Pacto. A vida em sociedade – Após a entrega por D-us dos Dez Mandamentos, D-us “detalhou” as leis que traçariam o perfil de conduta do [...]


Continue lendo Parashah: MISHPATIM

Parashah – YTRÓ

17.YITRÔ – (Ex.) 18:1 – 20: 26. Reflexão: Esta parashah enfoca três temas básicos: O reencontro da família de Moisés, Moisés sobe ao Monte Sinai e Os Dez Mandamentos. A visita de Jetro. Que é isto que tu fazes ao povo? (Porção do pasuk 14, pereq 18). Jetro entendeu logo que era necessário Mosheh preparar [...]


Continue lendo Parashah – YTRÓ

Parashah – B’SHALAR

16.B’SHALACH – (Ex.) 13: 17 – 17:16 Reflexão: A parashah Beshalach apresenta quatro tópicos distintos, quais sejam: a. Marchando em direção ao Mar Vermelho: No texto vemos que D-us foi o estrategista da rota na marcha do povo hebreu. Sua presença foi constante durante os quarenta anos no deserto, pois Ele estava presente na nuvem [...]


Continue lendo Parashah – B’SHALAR

Parashah – BÓ

15.BÓ – (Ex.) 10: 1– 15: 16. Reflexão: A dureza do coração de Faraó: Após os primeiros milagres de Mosheh e Haron, estes foram imitados pelos magos e como conseqüência Faraó colocou em xeque o poder de D-us. Mas a “alegria” do Faraó durou pouco, pois quando a vara Haron a sobrepôs ao poder das [...]


Continue lendo Parashah – BÓ

Parashah – SHEMOT

13.SHEMÓT – Shemot (Ex.) 1:1 – 6 :1 Uma Reflexão: D-us levanta um líder. A escravidão no Egito: Acompanhando a exposição do texto, observamos que já se passaram quase três séculos desde a morte de Yossef e que os setenta hebreus que chegaram ao Egito (Mitzraim) agora são centenas de milhares o que representa um [...]


Continue lendo Parashah – SHEMOT

Parashah – VAIERAH

04. VAIERÁ – Bereshit (Gn.) 18:1 – 22:24 Temos vários tópicos nesta parashah, vejamos: Abraão vê três varões. Bereshit (Gn.) 18: 1- 17 No primeiro momento D-us (E mais dois seres celestiais) aparecem materializados a Abrão e como ponto alto D-us demonstra sua onipresença e onisciência, quando enquanto fala com Abrão, vê Sara a suas [...]


Continue lendo Parashah – VAIERAH

PARASHAH – NITZAVIM

51. NITZAVIM Devarim (Dt)29:9 – 30: 20 Nitzavim – começa com uma grande reunião, todos, pequenos e grandes, simples lenhadores a oficiais, homens e mulheres, até o estrangeiro, todos sem exceção! Entendo que a ênfase descrita nos pasukim 9 e 10 serve para nos alertar ainda hoje, da necessidade de que todos caminhem para um [...]


Continue lendo PARASHAH – NITZAVIM

MENSAGEM DO EMBAIXADOR DE ISRAEL

Mensagem do Embaixador de Israel, Sr.Rafael Eldad, à comunidade judaica do Brasil, por ocasião de Pessach 5775 / 2014 Caros irmãos da comunidade judaica, Nos próximos dias, estaremos celebrando o Pessach, uma das festas mais importantes e tradicionais do calendário judaico, que relembra ao povo de Israel o êxodo do Egito rumo à terra prometida [...]


Continue lendo MENSAGEM DO EMBAIXADOR DE ISRAEL